VGI Agentes

Rubens Caribé
Grupo(s): AtoresLocutores

Rubens Caribé

Idiomas: Português • Inglês • Espanhol
Faixa Etária: acima de 50 anos
Gênero: Masculino
Altura: 1.70m

Release

Estreou em 1987 no teatro no musical “Hair”. Ingressou no Teatro do Ornitorrinco interpretando Moliére e Shakespeare.
Estreou na televisão em 1992 em “Anos Rebeldes” e “Fera Ferida”, ambas da Tv Globo. Em seguida, integrou o núcleo de Nilton Travesso, atuando em “Sangue do Meu Sangue” e “Os Ossos do Barão” do SBT e “Serras Azuis” da Band.
Em 1994, fez com Othon Bastos o longa-metragem “Sombras de Julho”, de Marco Altberg.
Recebeu em 1995 o Prêmio de Melhor Ator – APETESP por “O Melhor do Homem”, e em 1997 a indicação ao Prêmio APETESP – MELHOR ATOR COADJUVANTE por “Hamlet”.
No Teatro, atuou em “Histeria”, dirigido por Jô Soares, “Rei Lear” (com a qual recebe a indicação ao Prêmio Shell/RJ de Melhor Ator em 2001), e “A Morte do Caixeiro Viajante” em 2003.
Em 2006, participou do longa-metragem “Inversão”, de Edu Felistoque.
Em 2007, atuou em “Cidadão Brasileiro” Record Tv, no remake de “Uma Rosa Com Amor” – SBT, com direção de Del Rangel.
Em 2014, pela peça “Assim É (Se Lhe Parece)”, de Pirandello, recebeu o Prêmio Shell de melhor ator.
Participou do longa “Cano Cerrado”, com direção de Erik de Castro.
Recentemente recebeu o prêmio de melhor ator em longa-metragem por SP: Crônicas De Uma Cidade Real na Mostra Offcine 2019 de Cinema Independente de Varginha.

Histórico

TELEVISÃO

Novelas
– 2010 – UMA ROSA COM AMOR – SBT – direção de Del Rangel
– 2007/2006 – CIDADÃO BRASILEIRO – Record – direção de Flavio Colatrello
– 2001 – A PÍCARA SONHADORA – SBT – direção de Henrique Martins
– 1998 – SERRAS AZUIS – Bandeirantes – direção de Nilton Travesso e Del Rangel
– 1997 – DO FUNDO DO CORAÇÃO – Record – direção de Antonio Carlos Piá e Fernando Leal
– 1997 – OS OSSOS DO BARÃO – SBT – direção de Nilton Travesso e Antonio Abujamra
– 1996 – ANTONIO ALVES,TAXISTA – SBT – direção O. Romay
– 1995 – SANGUE DO MEU SANGUE – SBT – direção de Nilton Travesso
– 1994/1993 – FERA FERIDA – Rede Globo – direção de Denis Carvalho

Séries / Minisséries
– 2020 (Previsão) – CIDADES INVISÍVEIS – Netflix – direção Carlos Saldanha
– 1993 – CONTOS DE VERÃO – Rede Globo – direção de Roberto Farias
– 1992 – ANOS REBELDES – Rede Globo – direção de Denis Carvalho

Especiais
– 2007/1999 – CONTOS DE NATAL – Bandeirantes – episódio “Negócio de Menino com Menina” – direção de Del Rangel

Participações
– 2007 – Novela SETE PECADOS – Rede Globo – direção de Jorge Fernando
– 1999 – Seriado SANDY & JUNIOR – Rede Globo – direção de Paulo Silvestrini
– 1999 – Seriado MALHAÇÃO – Rede Globo – direção de Flavio Colatrello

 

CINEMA

Longas
– 2019 – “SP: Crônicas de uma Cidade Real” – direção Elder Fraga
– 2017 – “CANO CERRADO” – direção de Erik de Castro
– 2009 – INVERSÃO – direção de Edu Filistoque
– 1994 – SOMBRAS DE JULHO – direção de Marco Altberg

Curtas
– 1998 – NEGÓCIO DE MENINO COM MENINA – direção de Del Rangel
– 1990 – TEMPO – direção de Ricardo Dantas

 

TEATRO

– 2019 – APARECIDA UM MUSICAL – direção Fernanda Chamma
– 2019 – RICARDO III OU CENAS DA VIDA DE MEIERHOLD – direção Clara Carvalho
– 2018 – CABARET – direção Jorge Takla
– 2018 – HOLLYWOOD – direção Gustavo Paso
– 2017 – BERRO – direção Eduardo Tolentino de Araújo
– 2017 – ORNITORRINCO CANTA BRECHT – direção Cacá Rosset
– 2016 – FIM DE PARTIDA – direção Eric Lenate
– 2015 – A REAÇÃO – direção Clara Carvalho
– 2013 – UMANOEL E GESTOS – Cia. Mariana Muniz
– 2010 – CORPO VIVO – direção Ivaldo Bertazzo
– 2009 – O FANTÁSTICO REPARADOR DE FERIDAS – direção de Domingos Nunez
– 2009 – DE PERNAS PRO AR – direção de Pedro Paulo Bogossian
– 2009 – A AURORA DA MINHA VIDA – direção de Bárbara Bruno
– 2008 – A MEGERA DOMADA – direção de Cacá Rosset
– 2007/2006 – PEDRAS NOS BOLSOS – direção de Domingos Nunez
– 2006 – DRÁCULA – direção de Olair Coan
– 2006 – ISMÊNIA – direção de William Pereira
– 2005 – A ÚLTIMA VIAGEM DE BORGES – direção de Sérgio Ferrara
– 2005/2004 – ALÔ, ALÔ, TEREZINHA – direção de Hugo Possolo
– 2004 – MEMÓRIA DO MAR ABERTO/ MEDÉIA CONTA SUA HISTÓRIA – direção de Regina Galdino
– 2003 – A MORTE DO CAIXEIRO VIAJANTE – direção de Felipe Hirsch
– 2002 – SACRILÉGIO – direção de Otávio Mendes
– 2002 – O GATO PRETO – direção de Pedro Paulo Bogossian
– 2002 – MÃE CORAGEM E SEUS FILHOS – direção de Sérgio Ferrara
– 2001 – REI LEAR – direção de Ron Daniels
– 2000 – MAIS PERTO – direção de Hector Babenco
– 1999 – SHOPPING & FUCKING – direção de Marco Ricca
– 1997 – HAMLET – direção de Ulysses Cruz
– 1996/1995 – O MELHOR DO HOMEM – direção de Ulysses Cruz
– 1994 – À MARGEM DA VIDA – direção de Roberto Vignati
– 1993 – LAMARTINE II, O RESGATE – direção de Antonio de Bonnis
– 1993 – O REI PASMADO E A RAINHA NUA – direção de Márcio Augusto
– 1992/1991 – O SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO – direção de Cacá Rosset
– 1990 – O DOENTE IMAGINÁRIO – direção de Cacá Rosset
– 1989 – CABARET – direção de Jorge Takla
– 1989 – ANATRHON – direção de Marcos Cardelíquio
– 1989/1988 – IRMÃO GRIMM, IRMÃO GRIMM – direção Marcos Cardelíquio
– 1988 – BOY MEETS BOY – direção de Odavlas Petti
– 1988/1987 – A BELA ADORMECIDA – direção de Celso Frateschi
– 1987 – HAIR – direção de Antonio Abujamra

Aptidões

■ Dança Contemporânea
■ Canto (registro: barítono)

Prêmios

2019 - Vencedor do Prêmio Mostra Offcine de Cinema Independente de Varginha, categoria MELHOR ATOR, por SP: Crônicas De Uma Cidade Real
2015- Vencedor do Prêmio Shell de Teatro, categoria MELHOR ATOR, por ASSIM É (SE LHE PARECE)
2014 - Indicado para o Prêmio Shell de Teatro, categoria MELHOR ATOR, por ASSIM É (SE LHE PARECE)
2014 - Indicado para o Prêmio APCA de Teatro, categoria MELHOR ATOR, por ASSIM É (SE LHE PARECE)
2001 - Indicado para o Prêmio Shell de Teatro, categoria MELHOR ATOR, por REI LEAR - direção de Ron Daniels
1997 - Indicado para o Prêmio APETESP, categoria MELHOR ATOR COADJUVANTE por HAMLET - dir. Ulysses Cruz
1995 - Vencedor do Prêmio APETESP, categoria MELHOR ATOR por O MELHOR DO HOMEM - dir. Ulysses Cruz

Elementor #603

Rubens Caribé

Altura: 1.70m
Faixa etária:
Idiomas: Português • Inglês • Espanhol

Release

Estreou em 1987 no teatro no musical “Hair”. Ingressou no Teatro do Ornitorrinco interpretando Moliére e Shakespeare.
Estreou na televisão em 1992 em “Anos Rebeldes” e “Fera Ferida”, ambas da Tv Globo. Em seguida, integrou o núcleo de Nilton Travesso, atuando em “Sangue do Meu Sangue” e “Os Ossos do Barão” do SBT e “Serras Azuis” da Band.
Em 1994, fez com Othon Bastos o longa-metragem “Sombras de Julho”, de Marco Altberg.
Recebeu em 1995 o Prêmio de Melhor Ator – APETESP por “O Melhor do Homem”, e em 1997 a indicação ao Prêmio APETESP – MELHOR ATOR COADJUVANTE por “Hamlet”.
No Teatro, atuou em “Histeria”, dirigido por Jô Soares, “Rei Lear” (com a qual recebe a indicação ao Prêmio Shell/RJ de Melhor Ator em 2001), e “A Morte do Caixeiro Viajante” em 2003.
Em 2006, participou do longa-metragem “Inversão”, de Edu Felistoque.
Em 2007, atuou em “Cidadão Brasileiro” Record Tv, no remake de “Uma Rosa Com Amor” – SBT, com direção de Del Rangel.
Em 2014, pela peça “Assim É (Se Lhe Parece)”, de Pirandello, recebeu o Prêmio Shell de melhor ator.
Participou do longa “Cano Cerrado”, com direção de Erik de Castro.
Recentemente recebeu o prêmio de melhor ator em longa-metragem por SP: Crônicas De Uma Cidade Real na Mostra Offcine 2019 de Cinema Independente de Varginha.

Histórico

TELEVISÃO

Novelas
– 2010 – UMA ROSA COM AMOR – SBT – direção de Del Rangel
– 2007/2006 – CIDADÃO BRASILEIRO – Record – direção de Flavio Colatrello
– 2001 – A PÍCARA SONHADORA – SBT – direção de Henrique Martins
– 1998 – SERRAS AZUIS – Bandeirantes – direção de Nilton Travesso e Del Rangel
– 1997 – DO FUNDO DO CORAÇÃO – Record – direção de Antonio Carlos Piá e Fernando Leal
– 1997 – OS OSSOS DO BARÃO – SBT – direção de Nilton Travesso e Antonio Abujamra
– 1996 – ANTONIO ALVES,TAXISTA – SBT – direção O. Romay
– 1995 – SANGUE DO MEU SANGUE – SBT – direção de Nilton Travesso
– 1994/1993 – FERA FERIDA – Rede Globo – direção de Denis Carvalho

Séries / Minisséries
– 2020 (Previsão) – CIDADES INVISÍVEIS – Netflix – direção Carlos Saldanha
– 1993 – CONTOS DE VERÃO – Rede Globo – direção de Roberto Farias
– 1992 – ANOS REBELDES – Rede Globo – direção de Denis Carvalho

Especiais
– 2007/1999 – CONTOS DE NATAL – Bandeirantes – episódio “Negócio de Menino com Menina” – direção de Del Rangel

Participações
– 2007 – Novela SETE PECADOS – Rede Globo – direção de Jorge Fernando
– 1999 – Seriado SANDY & JUNIOR – Rede Globo – direção de Paulo Silvestrini
– 1999 – Seriado MALHAÇÃO – Rede Globo – direção de Flavio Colatrello

 

CINEMA

Longas
– 2019 – “SP: Crônicas de uma Cidade Real” – direção Elder Fraga
– 2017 – “CANO CERRADO” – direção de Erik de Castro
– 2009 – INVERSÃO – direção de Edu Filistoque
– 1994 – SOMBRAS DE JULHO – direção de Marco Altberg

Curtas
– 1998 – NEGÓCIO DE MENINO COM MENINA – direção de Del Rangel
– 1990 – TEMPO – direção de Ricardo Dantas

 

TEATRO

– 2019 – APARECIDA UM MUSICAL – direção Fernanda Chamma
– 2019 – RICARDO III OU CENAS DA VIDA DE MEIERHOLD – direção Clara Carvalho
– 2018 – CABARET – direção Jorge Takla
– 2018 – HOLLYWOOD – direção Gustavo Paso
– 2017 – BERRO – direção Eduardo Tolentino de Araújo
– 2017 – ORNITORRINCO CANTA BRECHT – direção Cacá Rosset
– 2016 – FIM DE PARTIDA – direção Eric Lenate
– 2015 – A REAÇÃO – direção Clara Carvalho
– 2013 – UMANOEL E GESTOS – Cia. Mariana Muniz
– 2010 – CORPO VIVO – direção Ivaldo Bertazzo
– 2009 – O FANTÁSTICO REPARADOR DE FERIDAS – direção de Domingos Nunez
– 2009 – DE PERNAS PRO AR – direção de Pedro Paulo Bogossian
– 2009 – A AURORA DA MINHA VIDA – direção de Bárbara Bruno
– 2008 – A MEGERA DOMADA – direção de Cacá Rosset
– 2007/2006 – PEDRAS NOS BOLSOS – direção de Domingos Nunez
– 2006 – DRÁCULA – direção de Olair Coan
– 2006 – ISMÊNIA – direção de William Pereira
– 2005 – A ÚLTIMA VIAGEM DE BORGES – direção de Sérgio Ferrara
– 2005/2004 – ALÔ, ALÔ, TEREZINHA – direção de Hugo Possolo
– 2004 – MEMÓRIA DO MAR ABERTO/ MEDÉIA CONTA SUA HISTÓRIA – direção de Regina Galdino
– 2003 – A MORTE DO CAIXEIRO VIAJANTE – direção de Felipe Hirsch
– 2002 – SACRILÉGIO – direção de Otávio Mendes
– 2002 – O GATO PRETO – direção de Pedro Paulo Bogossian
– 2002 – MÃE CORAGEM E SEUS FILHOS – direção de Sérgio Ferrara
– 2001 – REI LEAR – direção de Ron Daniels
– 2000 – MAIS PERTO – direção de Hector Babenco
– 1999 – SHOPPING & FUCKING – direção de Marco Ricca
– 1997 – HAMLET – direção de Ulysses Cruz
– 1996/1995 – O MELHOR DO HOMEM – direção de Ulysses Cruz
– 1994 – À MARGEM DA VIDA – direção de Roberto Vignati
– 1993 – LAMARTINE II, O RESGATE – direção de Antonio de Bonnis
– 1993 – O REI PASMADO E A RAINHA NUA – direção de Márcio Augusto
– 1992/1991 – O SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO – direção de Cacá Rosset
– 1990 – O DOENTE IMAGINÁRIO – direção de Cacá Rosset
– 1989 – CABARET – direção de Jorge Takla
– 1989 – ANATRHON – direção de Marcos Cardelíquio
– 1989/1988 – IRMÃO GRIMM, IRMÃO GRIMM – direção Marcos Cardelíquio
– 1988 – BOY MEETS BOY – direção de Odavlas Petti
– 1988/1987 – A BELA ADORMECIDA – direção de Celso Frateschi
– 1987 – HAIR – direção de Antonio Abujamra

Aptidões:

> Dança Contemporânea

> Canto (registro: barítono)
Prêmios:

• 2019 - Vencedor do Prêmio Mostra Offcine de Cinema Independente de Varginha, categoria MELHOR ATOR, por SP: Crônicas De Uma Cidade Real

• 2015- Vencedor do Prêmio Shell de Teatro, categoria MELHOR ATOR, por ASSIM É (SE LHE PARECE)

• 2014 - Indicado para o Prêmio Shell de Teatro, categoria MELHOR ATOR, por ASSIM É (SE LHE PARECE)

• 2014 - Indicado para o Prêmio APCA de Teatro, categoria MELHOR ATOR, por ASSIM É (SE LHE PARECE)

• 2001 - Indicado para o Prêmio Shell de Teatro, categoria MELHOR ATOR, por REI LEAR - direção de Ron Daniels

• 1997 - Indicado para o Prêmio APETESP, categoria MELHOR ATOR COADJUVANTE por HAMLET - dir. Ulysses Cruz

• 1995 - Vencedor do Prêmio APETESP, categoria MELHOR ATOR por O MELHOR DO HOMEM - dir. Ulysses Cruz