VGI Agentes

Sergio Mamberti
Grupo(s): AtoresDiretoresProdutores

Sergio Mamberti

Idiomas: Português
Faixa Etária: acima de 50 anos
Gênero: Masculino
Altura: 1.71m

Galeria

Release

Sérgio Mamberti é um ator, diretor, produtor e autor. Começou sua carreira em 1962, atuando em teatro, onde coleciona a marca de mais de 70 peças em 35 anos de carreira. Formado pela Escola de Artes Dramáticas de São Paulo,
é dramaturgo há mais de 50 anos. Referência em atuação, Sérgio é até hoje lembrado pelo público por seus papéis, como o culto copeiro Eugênio de Vale Tudo, o doce e sábio Dr. Victor do programa infantil Castelo Rá-Tim-Bum entre outros personagens marcantes em sua carreira. Além disso, atuou brilhantemente em filmes, séries, miniséries e outros especiais.

Histórico

TELEVISÃO

– 2017- Felipa e o Foguete – Direção de Daniel Calil
– 2016 – 3% – Direção de Pedro Aguilera
– 2016 – Sol Nascente – Direção de Marcelo Travesso, Leonardo Nogueira
– 2013 – Flor do Caribe – Direção – Walther Negrão
– 2011 – O Astro – Direção de Mauro Mendonça Filho
– 2006 – O Profeta – Direção de Alexandre Boury
– 2004 – Da Cor do Pecado – Direção de Denise Saraceni
– 2004 – Sabor da Paixão – Direção de Denise Saraceni
– 2001 – O Clone – Glória Perez
– 1997 – Anjo Mau – Direção de José Luiz Villamarim e Emilio di Biasi
– 1996 – Dona Anja – Direção de Roberto Talma, Luís Antônio Piá e Caco Coelho
– 1994 – Castelo Rá-Tim-Bum – Direção de Anna Muylaert
– 1990 – Pantanal – Direção de Jayme Monjardim, Roberto Naar

 

CINEMA

– 2013 – Jogo das Decapitações – Direção de Sérgio Bianchi
– 2012 – O Inventor de Sonhos – Direção de Ricardo Nauenberg
– 2010 – Luz nas Trevas: A Volta do Bandido da Luz Vermelha – Direção de Helena Ignez e Ícaro Martins
– 2008 – Bodas de Papel – Direção de André Sturm
– 2007 – O Homem que Desafiou o Diabo – Direção de Moacyr Góes
– 2003 – Xuxa Abracadabra – Direção de Moacyr Góes
– 2000 – Brava Gente Brasileira – Direção de Lúcia Murat
– 1999 – Hans Staden – Direção de Luiz Alberto Pereira
– 1999 – Castelo Rá-Tim-Bum O Filme – Direção de Cao Hamburger
– 1997 – Doces Poderes – Direção de Lúcia Murat
– 1991 – O Corpo – Direção de José Antônio Garcia
– 1990 – Beijo 2348/72 – Direção de Walter Rogério
– 1988 – O Mentiroso – Direção de Werner Schünemann
– 1987 – Brasa Adormecida – Direção de Djalma Limongi Batista
– 1987 – A Dama do Cine Shanghai – Direção de Guilherme de Almeida Prado
– 1985 – Avaeté – Semente da Vingança – Direção de Zelito Viana
– 1984 – O Baiano Fantasma – Denoy de Oliveira
– 1982 – O Homem do Pau – Brasil – Direção de Joaquim Pedro de Andrade
– 1980 – Maldita Coincidência – Direção de Sergio Bianchi
– 1976 – À Flor da Pele – Direção de Francisco Ramalho Jr.
– 1973 – Toda Nudez Será Castigada – Direção de Arnaldo Jabor
– 1969 – O Bandido da Luz Vermelha – Direção de Rogério Sganzerla

 

TEATRO

– 2017/2015 – Visitando Sr. Green – Direção de Cássio Scapin
– 2001 – Evangelho Segundo Jesus Cristo – Direção de José Possi Neto
– 1995 – Pérola – Direção de Mauro Rasi
– 1985 – Tartufo Moliére – Direção de josé Possi Neto
– 1984 – Hamlet Shakespeare – Direção de Márcio Aurélio
– 1980 – Calabar Chico Buarque – Direção de Fernando Peixoto
– 1975 – Réveillon – Direção de Paulo José
– 1969 – Balcão Jean Genet – Direção de Victo Garcia
– 1968 – Navalha na Carne – Direção de Jairo arco e Flexa
– 1964 – O Inoportuno – Direção de Antônio Abujamra

Prêmios

Prêmio Internacional Lumière – Conjunto de Trabalhos: Teatro / Cinema / TV
Prêmio Sharp – Melhor Ator - Espetáculo: Pérola
Prêmio APCA - Melhor Ator Coadjuvante - Novela: Vale Tudo / TV Globo
Revista Veja – SP Melhor Ator - Espetáculo: Reveillon
Prêmio APCA – Melhor Ator - Espetáculo: Reveillon
Prêmio Molière – Teatro Air France - SP Melhor Ator - Espetáculo: Reveillon
Prêmio Saci - Melhor Ator Coadjuvante - Espetáculo: O Inoportuno
Prêmio Moracy do Val – Ator revelação - Espetáculo: Antígone – América

Elementor #603

Sergio Mamberti

Altura: 1.71m
Faixa etária:
Idiomas: Português

Release

Sérgio Mamberti é um ator, diretor, produtor e autor. Começou sua carreira em 1962, atuando em teatro, onde coleciona a marca de mais de 70 peças em 35 anos de carreira. Formado pela Escola de Artes Dramáticas de São Paulo,
é dramaturgo há mais de 50 anos. Referência em atuação, Sérgio é até hoje lembrado pelo público por seus papéis, como o culto copeiro Eugênio de Vale Tudo, o doce e sábio Dr. Victor do programa infantil Castelo Rá-Tim-Bum entre outros personagens marcantes em sua carreira. Além disso, atuou brilhantemente em filmes, séries, miniséries e outros especiais.

Histórico

TELEVISÃO

– 2017- Felipa e o Foguete – Direção de Daniel Calil
– 2016 – 3% – Direção de Pedro Aguilera
– 2016 – Sol Nascente – Direção de Marcelo Travesso, Leonardo Nogueira
– 2013 – Flor do Caribe – Direção – Walther Negrão
– 2011 – O Astro – Direção de Mauro Mendonça Filho
– 2006 – O Profeta – Direção de Alexandre Boury
– 2004 – Da Cor do Pecado – Direção de Denise Saraceni
– 2004 – Sabor da Paixão – Direção de Denise Saraceni
– 2001 – O Clone – Glória Perez
– 1997 – Anjo Mau – Direção de José Luiz Villamarim e Emilio di Biasi
– 1996 – Dona Anja – Direção de Roberto Talma, Luís Antônio Piá e Caco Coelho
– 1994 – Castelo Rá-Tim-Bum – Direção de Anna Muylaert
– 1990 – Pantanal – Direção de Jayme Monjardim, Roberto Naar

 

CINEMA

– 2013 – Jogo das Decapitações – Direção de Sérgio Bianchi
– 2012 – O Inventor de Sonhos – Direção de Ricardo Nauenberg
– 2010 – Luz nas Trevas: A Volta do Bandido da Luz Vermelha – Direção de Helena Ignez e Ícaro Martins
– 2008 – Bodas de Papel – Direção de André Sturm
– 2007 – O Homem que Desafiou o Diabo – Direção de Moacyr Góes
– 2003 – Xuxa Abracadabra – Direção de Moacyr Góes
– 2000 – Brava Gente Brasileira – Direção de Lúcia Murat
– 1999 – Hans Staden – Direção de Luiz Alberto Pereira
– 1999 – Castelo Rá-Tim-Bum O Filme – Direção de Cao Hamburger
– 1997 – Doces Poderes – Direção de Lúcia Murat
– 1991 – O Corpo – Direção de José Antônio Garcia
– 1990 – Beijo 2348/72 – Direção de Walter Rogério
– 1988 – O Mentiroso – Direção de Werner Schünemann
– 1987 – Brasa Adormecida – Direção de Djalma Limongi Batista
– 1987 – A Dama do Cine Shanghai – Direção de Guilherme de Almeida Prado
– 1985 – Avaeté – Semente da Vingança – Direção de Zelito Viana
– 1984 – O Baiano Fantasma – Denoy de Oliveira
– 1982 – O Homem do Pau – Brasil – Direção de Joaquim Pedro de Andrade
– 1980 – Maldita Coincidência – Direção de Sergio Bianchi
– 1976 – À Flor da Pele – Direção de Francisco Ramalho Jr.
– 1973 – Toda Nudez Será Castigada – Direção de Arnaldo Jabor
– 1969 – O Bandido da Luz Vermelha – Direção de Rogério Sganzerla

 

TEATRO

– 2017/2015 – Visitando Sr. Green – Direção de Cássio Scapin
– 2001 – Evangelho Segundo Jesus Cristo – Direção de José Possi Neto
– 1995 – Pérola – Direção de Mauro Rasi
– 1985 – Tartufo Moliére – Direção de josé Possi Neto
– 1984 – Hamlet Shakespeare – Direção de Márcio Aurélio
– 1980 – Calabar Chico Buarque – Direção de Fernando Peixoto
– 1975 – Réveillon – Direção de Paulo José
– 1969 – Balcão Jean Genet – Direção de Victo Garcia
– 1968 – Navalha na Carne – Direção de Jairo arco e Flexa
– 1964 – O Inoportuno – Direção de Antônio Abujamra

Prêmios:

• Prêmio Internacional Lumière – Conjunto de Trabalhos: Teatro / Cinema / TV

• Prêmio Sharp – Melhor Ator - Espetáculo: Pérola

• Prêmio APCA - Melhor Ator Coadjuvante - Novela: Vale Tudo / TV Globo

• Revista Veja – SP Melhor Ator - Espetáculo: Reveillon

• Prêmio APCA – Melhor Ator - Espetáculo: Reveillon

• Prêmio Molière – Teatro Air France - SP Melhor Ator - Espetáculo: Reveillon

• Prêmio Saci - Melhor Ator Coadjuvante - Espetáculo: O Inoportuno

• Prêmio Moracy do Val – Ator revelação - Espetáculo: Antígone – América