VGI Agentes

Telma Souza
Grupo(s): AtoresLocutores

Telma Souza

Idiomas: Português
Faixa Etária: 30 a 50 anos
Gênero: Feminino
Altura: 1.66m

Release

Atriz baiana, começa sua carreira em Salvador com o espetáculo “Bodas de Sangue”, no ano de 2001. Integrou o elenco do Bando de Teatro Olodum de 2002 a 2013, companhia que associa em todos os seus trabalhos teatro, dança e canto. Participou de espetáculos como “Cabaré da Rrrrraça”, “Relato de uma Guerra que Não Acabou”, “O muro”, “Ó Paí, Ó!” e os musicais “Sonho de uma Noite de Verão”, “Áfricas” e “Bença”. No cinema integrou o elenco do filme “Ó Paí Ó”, com direção de Monique Gardenberg; “Jardim das Folhas Sagradas”, com direção de Pola Ribeiro, além do curta metragem “Joelma”, com direção de Edson Bastos. Na TV, o seriado “Ó Paí Ó”, a novela “Gabriela”, de 2012. Em 2018 participou da do elenco da novela ” O Outro Lado do Paraíso” na TV Globo e mais recente interpretou a personagem Angelus Wanda na série “Ninguém Tá Olhando” para o canal Netflix.

 

OUTRAS EXPERIÊNCIAS

Direção de Dança infanto-juvenil | comunidade de Canabrava | 2001 /2002
Direção Teatral do Grupo Teatro Expressão | Colégio Mário Augusto Teixeira de Freitas,
2001 a 2003. Espetáculos: “Laços de Sangue”; “O Retrato Oval”; “Deu a louca em Hamlet”
Primeiro Fórum de Performance Negra – GT’s | Teatro Vila Velha, 2005
Primeiro Fórum de Performance Negra – Monitorias | Teatro Vila Velha, 2006
Aulas de teatro na Escola Estadual Castro Alves | 2013 e 2014
Formada em História pela Universidade Jorge Amado SSA/BA

 

OFICINAS E CURSOS

Oficina de canto promovida pelo Teatro Vila Velha, ministrada pelo professor Marcelo Jardim; no projeto Amostrão Vila Verão;
Oficina de Produção Cultural no Teatro Castro Alves, coordenada por Bruno Moraes, Bordeaux Produções e Projetos Artísticos;
Oficina de Vídeo, promovida pelo Teatro Vila Velha, ministrada por Maíse Xavier;
Oficina de percussão afro, promovida pelo Teatro Vila Velha, ministrada pelo professor André Luiz Souza;
Oficina de dramaturgia, promovida pelo Teatro Vila Velha;
Workshop voz para cena, promovido pelo Teatro Castro Alves, ministrado pelos profissionais do projeto População Cultural, 2004;
Oficina de dança afro, promovida pelo Teatro Vila Velha, ministrada pelo coreografo Zebrinha;
Oficina de encenação, promovida pelo Teatro Vila Velha, ministrada pelo diretor Márcio Meirelles;
Oficina ‘‘Teatro da notícia’’, promovida pelo Teatro Vila Velha, ministrada pelo diretor Márcio Meirelles;
Oficina de teatro, com ênfase em ação social com adolescentes, promovida pelo CRIA, ministrada por profissionais capacitados pelo CETAD;
Oficina de teatro promovida pela diretoria de música e arte cênica da Fundação Cultural do Estado da Bahia, no Espaço Xisto Bahia, ministrado professor Manuel Lopes Pontes.

Histórico

TELEVISÃO/STREAMING

– 2019 – “Ninguém Tá Olhando” – Daniel Rezende – Netflix
– 2017/2018 – “O Outro Lado do Paraíso” – Novela – Rede Globo
– 2012 – “Gabriela” – Novela – Rede Globo
– 2009 – “Ó Paí, ó!” – Série – Direção: Monique Gadenberg
– 2008 – “Ó Paí, ó!” – Série – Direção: Monique Gadenberg
– 2008 – “Programa Espelho” – Canal Brasil Video Clipe
– 2008 – “Programa Aprovado” – Rede Bahia Debate – Consciência Negra

CINEMA

– 2006 – “Ó Paí, ó” – Direção e Roteiro: Monique Gadenberg
– 2010 – “Jardim das Folhas Sagradas”, Filme de: Póla Ribeiro
– 2011 – “Joelma” – Direção: Edson Bastos – curta-metragem

 

TEATRO

– 2016 – “Kaiala: Locução” – Direção: Thiago Romero Texto: Sulivã Bispo e Thiago Romero
– 2015 – Leitura Dramática: “ODUDUWA” – O Poder Feminino da Criação – Texto e direção: Fernanda Júlia
– 2014 – “Sortilégio: Mistério Negro de Zumbi Redivivo II” – Direção: Ângelo Flávio Texto: Abdias do Nascimento
– 2013 – “Casulo: Uma Intervenção Trans” – Direção: Ângelo Flavio Texto: Ângelo Flavio
– 2011 – Prêmio Braskem de Teatro, Atriz convidada da 18° Edição do Prêmio Braskem de Teatro (TCA) – Direção: Luis Marfuz Texto: Homenagem ao Ator Baiano na Tela
– 2011 – Childhood Brasil, Atriz convidada do espetáculo “Infância Livre de Exploração e Abuso Sexual” (World Childhood Foundation), no palco do Teatro Municipal do Rio de Janeiro – Direção: Monique Gardenberg
– 2010 – “Bença” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Marcio Meirelles e atores do Bando de Teatro Olodum
– 2010 – Leitura dramática “Namíbia, Não” – Direção: Fernanda Júlia, Autor: Aldri Anunciação
– 2007 – “Áfricas” (Indicado ao Prêmio Braskem de Teatro na categoria melhor espetáculo infanto- juvenil) – Direção: Chica Carelli Texto: Chica Carelli e atores do Bando de Teatro Olodum
– 2006 – “O Sonho de Uma Noite de Verão” – 2006 (Vencedor do Prêmio Braskem de Teatro – Direção: Marcio Meirelles Texto: William Shakespeare Tradução: Bárbara Heliodora
– 2005 – “Essa é nossa praia” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Marcio Meirelles e atores do Bando de Teatro Olodum
– 2006 – “Ó Paí, Ó!” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Marcio Meirelles e atores do Bando de Teatro Olodum
– 2004 – “Auto-Retrato aos Quarenta” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Cacilda Povoas/ Fábio Espírito Santo/ Gil Vicente/ Gordo Neto/ Marcio Meirelles
– 2004 – “O muro” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Cacilda Povoas
– 2003 – “Oxente, Cordel de Novo?” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Adaptação de alguns folhetos de cordel feitos por João Augusto
– 2002 – “Cabaré da Raça” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Marcio Meirelles e atores do Bando de Teatro Olodum
– 2002 – “Relato de uma Guerra que não Acabou” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Marcio Meirelles
– 2001 – “Bodas de Sangue” – Direção: Manuel Lopes Pontes Texto: Federico Garcia Lorca Tradução: Rubbia Prates Goldoni

LOCUÇÃO

Propaganda, Salvador Shopping
Programa Tudo AV, SBT e Sofá Literário

Elementor #603

Telma Souza

Altura: 1.66m
Faixa etária:
Idiomas: Português

Release

Atriz baiana, começa sua carreira em Salvador com o espetáculo “Bodas de Sangue”, no ano de 2001. Integrou o elenco do Bando de Teatro Olodum de 2002 a 2013, companhia que associa em todos os seus trabalhos teatro, dança e canto. Participou de espetáculos como “Cabaré da Rrrrraça”, “Relato de uma Guerra que Não Acabou”, “O muro”, “Ó Paí, Ó!” e os musicais “Sonho de uma Noite de Verão”, “Áfricas” e “Bença”. No cinema integrou o elenco do filme “Ó Paí Ó”, com direção de Monique Gardenberg; “Jardim das Folhas Sagradas”, com direção de Pola Ribeiro, além do curta metragem “Joelma”, com direção de Edson Bastos. Na TV, o seriado “Ó Paí Ó”, a novela “Gabriela”, de 2012. Em 2018 participou da do elenco da novela ” O Outro Lado do Paraíso” na TV Globo e mais recente interpretou a personagem Angelus Wanda na série “Ninguém Tá Olhando” para o canal Netflix.

 

OUTRAS EXPERIÊNCIAS

Direção de Dança infanto-juvenil | comunidade de Canabrava | 2001 /2002
Direção Teatral do Grupo Teatro Expressão | Colégio Mário Augusto Teixeira de Freitas,
2001 a 2003. Espetáculos: “Laços de Sangue”; “O Retrato Oval”; “Deu a louca em Hamlet”
Primeiro Fórum de Performance Negra – GT’s | Teatro Vila Velha, 2005
Primeiro Fórum de Performance Negra – Monitorias | Teatro Vila Velha, 2006
Aulas de teatro na Escola Estadual Castro Alves | 2013 e 2014
Formada em História pela Universidade Jorge Amado SSA/BA

 

OFICINAS E CURSOS

Oficina de canto promovida pelo Teatro Vila Velha, ministrada pelo professor Marcelo Jardim; no projeto Amostrão Vila Verão;
Oficina de Produção Cultural no Teatro Castro Alves, coordenada por Bruno Moraes, Bordeaux Produções e Projetos Artísticos;
Oficina de Vídeo, promovida pelo Teatro Vila Velha, ministrada por Maíse Xavier;
Oficina de percussão afro, promovida pelo Teatro Vila Velha, ministrada pelo professor André Luiz Souza;
Oficina de dramaturgia, promovida pelo Teatro Vila Velha;
Workshop voz para cena, promovido pelo Teatro Castro Alves, ministrado pelos profissionais do projeto População Cultural, 2004;
Oficina de dança afro, promovida pelo Teatro Vila Velha, ministrada pelo coreografo Zebrinha;
Oficina de encenação, promovida pelo Teatro Vila Velha, ministrada pelo diretor Márcio Meirelles;
Oficina ‘‘Teatro da notícia’’, promovida pelo Teatro Vila Velha, ministrada pelo diretor Márcio Meirelles;
Oficina de teatro, com ênfase em ação social com adolescentes, promovida pelo CRIA, ministrada por profissionais capacitados pelo CETAD;
Oficina de teatro promovida pela diretoria de música e arte cênica da Fundação Cultural do Estado da Bahia, no Espaço Xisto Bahia, ministrado professor Manuel Lopes Pontes.

Histórico

TELEVISÃO/STREAMING

– 2019 – “Ninguém Tá Olhando” – Daniel Rezende – Netflix
– 2017/2018 – “O Outro Lado do Paraíso” – Novela – Rede Globo
– 2012 – “Gabriela” – Novela – Rede Globo
– 2009 – “Ó Paí, ó!” – Série – Direção: Monique Gadenberg
– 2008 – “Ó Paí, ó!” – Série – Direção: Monique Gadenberg
– 2008 – “Programa Espelho” – Canal Brasil Video Clipe
– 2008 – “Programa Aprovado” – Rede Bahia Debate – Consciência Negra

CINEMA

– 2006 – “Ó Paí, ó” – Direção e Roteiro: Monique Gadenberg
– 2010 – “Jardim das Folhas Sagradas”, Filme de: Póla Ribeiro
– 2011 – “Joelma” – Direção: Edson Bastos – curta-metragem

 

TEATRO

– 2016 – “Kaiala: Locução” – Direção: Thiago Romero Texto: Sulivã Bispo e Thiago Romero
– 2015 – Leitura Dramática: “ODUDUWA” – O Poder Feminino da Criação – Texto e direção: Fernanda Júlia
– 2014 – “Sortilégio: Mistério Negro de Zumbi Redivivo II” – Direção: Ângelo Flávio Texto: Abdias do Nascimento
– 2013 – “Casulo: Uma Intervenção Trans” – Direção: Ângelo Flavio Texto: Ângelo Flavio
– 2011 – Prêmio Braskem de Teatro, Atriz convidada da 18° Edição do Prêmio Braskem de Teatro (TCA) – Direção: Luis Marfuz Texto: Homenagem ao Ator Baiano na Tela
– 2011 – Childhood Brasil, Atriz convidada do espetáculo “Infância Livre de Exploração e Abuso Sexual” (World Childhood Foundation), no palco do Teatro Municipal do Rio de Janeiro – Direção: Monique Gardenberg
– 2010 – “Bença” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Marcio Meirelles e atores do Bando de Teatro Olodum
– 2010 – Leitura dramática “Namíbia, Não” – Direção: Fernanda Júlia, Autor: Aldri Anunciação
– 2007 – “Áfricas” (Indicado ao Prêmio Braskem de Teatro na categoria melhor espetáculo infanto- juvenil) – Direção: Chica Carelli Texto: Chica Carelli e atores do Bando de Teatro Olodum
– 2006 – “O Sonho de Uma Noite de Verão” – 2006 (Vencedor do Prêmio Braskem de Teatro – Direção: Marcio Meirelles Texto: William Shakespeare Tradução: Bárbara Heliodora
– 2005 – “Essa é nossa praia” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Marcio Meirelles e atores do Bando de Teatro Olodum
– 2006 – “Ó Paí, Ó!” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Marcio Meirelles e atores do Bando de Teatro Olodum
– 2004 – “Auto-Retrato aos Quarenta” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Cacilda Povoas/ Fábio Espírito Santo/ Gil Vicente/ Gordo Neto/ Marcio Meirelles
– 2004 – “O muro” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Cacilda Povoas
– 2003 – “Oxente, Cordel de Novo?” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Adaptação de alguns folhetos de cordel feitos por João Augusto
– 2002 – “Cabaré da Raça” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Marcio Meirelles e atores do Bando de Teatro Olodum
– 2002 – “Relato de uma Guerra que não Acabou” – Direção: Marcio Meirelles Texto: Marcio Meirelles
– 2001 – “Bodas de Sangue” – Direção: Manuel Lopes Pontes Texto: Federico Garcia Lorca Tradução: Rubbia Prates Goldoni

LOCUÇÃO

Propaganda, Salvador Shopping
Programa Tudo AV, SBT e Sofá Literário