Roberta Alonso
Grupo(s): AtoresProdutoresRoteiristas

Roberta Alonso

Idiomas: Inglês - Fluente
Faixa Etária: 41 a 50 anos
Gênero: Feminino
Altura: 1.68m

Release

A paulistana Roberta Alonso é atriz, produtora e roteirista, além de mãe e amante de rock’n roll em tempo integral.

 

Agitada, Roberta tem um comportamento que ela mesma intitula como rebelde, e que acaba sendo transferido para suas personagens. “Eu sempre gostei de rock, e sempre corri atrás das coisas que eu queria sozinha, de maneira independente. Tenho paixão por cinema e teatro, e me joguei sem apoio da família. Se eu quero, vou lá e faço”, comenta.

 

Roberta começou no teatro, onde atuou e produziu peças importantes. Ganhou destaque em “Alucinose” (2008), peça de Eduardo Ruiz, em que interpretou uma mulher fatal e perturbadora. Outras trabalhos foram em “A Comédia dos Erros” (2009/2010), de William Shakespeare, dirigida pelo Carlo Milani e Jairo Mattos; e “Intimidades”(2013/2014), escrita por Gustavo Machado com direção de Bruce Gomlevsky.

 

Em 2010, Roberta abriu sua própria produtora audiovisual, a RAM Entertainment para criar oportunidades para quem, assim como ela, batalha sozinho. Recentemente, lançou um de seus maiores trabalhos até o momento, “4×100 – Correndo Por Um Sonho” (produção Gullane), longa-metragem que surgiu do desejo de levar o gênero esportivo, protagonizado por mulheres, aos cinemas brasileiros. No filme, a atriz dá vida à personagem Rita, uma mulher determinada, que é o alicerce de sua equipe enquanto lida com questões pessoais, como dopping, e a pressão etária no atletismo.

 

A ideia para o filme partiu de sua própria relação com o esporte. Há muitos anos Roberta pesquisa modalidades e já se preparou física e mentalmente para campeonatos: “Foi assim na natação, no hipismo e na musculação. O convívio com atletas com certeza foi determinante para desencadear esse desejo de fazer um filme sobre o tema. Acompanhar a rotina de treinos e dietas, a superação diária diante da dificuldade de viver do esporte no Brasil, sempre me fascinaram”, conta.

 

Atualmente, Roberta está focada em suas próximas produções, os títulos “Angelo Voou”, “Autonomia”, “Aqui Ninguém Morre”, “Natural” e “Casa de Passagem”.

 

 

Histórico

CINEMA

Longa
– 2021: “4X100 – Correndo Por Um Sonho”, direção de Tomás Portella.

 

Curta
– “Amores Paulistanos – segundo ensaio”

 

TELEVISÃO

– 2008 “Projeto Direções” – – TV Cultura – Direção Ivam Cabral

 

TEATRO
– 2013 – “Intimidades” – Gustavo Machado
– 2011 – “A Comédia dos Erros”
– 2010 – “A Maçonaria do Silêncio” – Eduardo Ruiz
– 2009 – “Alucinose” – Eduardo Ruiz

Aptidões

■ Pratica Hipismo, Boxe, Muay-tay, Jiu-jitsu, Ginática Olímpia, Fitness e Cross-fit
■ Circo: trapézio
■ Dança sapateado
■ Toca Guitarra e Violão

Locuções

Elementor #603

Roberta Alonso

Altura: 1.68m
Faixa etária:
Idiomas: Inglês - Fluente

Release

A paulistana Roberta Alonso é atriz, produtora e roteirista, além de mãe e amante de rock’n roll em tempo integral.

 

Agitada, Roberta tem um comportamento que ela mesma intitula como rebelde, e que acaba sendo transferido para suas personagens. “Eu sempre gostei de rock, e sempre corri atrás das coisas que eu queria sozinha, de maneira independente. Tenho paixão por cinema e teatro, e me joguei sem apoio da família. Se eu quero, vou lá e faço”, comenta.

 

Roberta começou no teatro, onde atuou e produziu peças importantes. Ganhou destaque em “Alucinose” (2008), peça de Eduardo Ruiz, em que interpretou uma mulher fatal e perturbadora. Outras trabalhos foram em “A Comédia dos Erros” (2009/2010), de William Shakespeare, dirigida pelo Carlo Milani e Jairo Mattos; e “Intimidades”(2013/2014), escrita por Gustavo Machado com direção de Bruce Gomlevsky.

 

Em 2010, Roberta abriu sua própria produtora audiovisual, a RAM Entertainment para criar oportunidades para quem, assim como ela, batalha sozinho. Recentemente, lançou um de seus maiores trabalhos até o momento, “4×100 – Correndo Por Um Sonho” (produção Gullane), longa-metragem que surgiu do desejo de levar o gênero esportivo, protagonizado por mulheres, aos cinemas brasileiros. No filme, a atriz dá vida à personagem Rita, uma mulher determinada, que é o alicerce de sua equipe enquanto lida com questões pessoais, como dopping, e a pressão etária no atletismo.

 

A ideia para o filme partiu de sua própria relação com o esporte. Há muitos anos Roberta pesquisa modalidades e já se preparou física e mentalmente para campeonatos: “Foi assim na natação, no hipismo e na musculação. O convívio com atletas com certeza foi determinante para desencadear esse desejo de fazer um filme sobre o tema. Acompanhar a rotina de treinos e dietas, a superação diária diante da dificuldade de viver do esporte no Brasil, sempre me fascinaram”, conta.

 

Atualmente, Roberta está focada em suas próximas produções, os títulos “Angelo Voou”, “Autonomia”, “Aqui Ninguém Morre”, “Natural” e “Casa de Passagem”.

 

 

Histórico

CINEMA

Longa
– 2021: “4X100 – Correndo Por Um Sonho”, direção de Tomás Portella.

 

Curta
– “Amores Paulistanos – segundo ensaio”

 

TELEVISÃO

– 2008 “Projeto Direções” – – TV Cultura – Direção Ivam Cabral

 

TEATRO
– 2013 – “Intimidades” – Gustavo Machado
– 2011 – “A Comédia dos Erros”
– 2010 – “A Maçonaria do Silêncio” – Eduardo Ruiz
– 2009 – “Alucinose” – Eduardo Ruiz

Aptidões:

> Pratica Hipismo, Boxe, Muay-tay, Jiu-jitsu, Ginática Olímpia, Fitness e Cross-fit

> Circo: trapézio

> Dança sapateado

> Toca Guitarra e Violão

Outros artistas relacionados