Beatriz Pereira
Grupo(s): AtoresDubladoresLocutoresProdutores

Beatriz Pereira

Idiomas: Português - Fluente / Inglês - Fluente / Espanhol – Básico
Faixa Etária: 19 a 29 anos
Gênero: Feminino
Altura: 1.70m

Release

Beatriz Pereira é atriz, locutora, cantora, produtora audiovisual e musical.

Com formação artística pela Escola de Artes Dramáticas da USP (EAD) – Artes Cênicas; Bacharelado em Audiovisual pelo SENAC; Núcleo de Artes Cênicas (NAC); Oficina de interpretação para Cinema no Estúdio Terra Forte; e Escola de Atores Wolf Maya – Atuação.

No cinema esteve em “A Próxima Canção”, longa com direção de Pedro Amorim; nos curtas “Ulisses vai a São Paulo”, direção de Pedro Achiles e “Flor da Pele”, direção de Isadora Levy; e narração no documentário “NOH”, direção de Giovani Manzi. Roteirizou e dirigiu o curta-metragem musical “Extrangeiro”; coordenou o projeto Audiovisual “É Nóis na Fita”.

No teatro teve destaque no elenco “DOC. Eremitas”, direção de Lee Taylor; “Píramo e Tisbe”, texto de Vladimir Capella, direção de Ivo Ueter; “Pano de Boca”, texto de Fauzi Arap, direção de Marcelo Marcus Fonseca; “O Tambor e o Anjo”, texto de Ana Maria Nunes, direção de André Garolli; e “Nós e a Guerra”, texto de Bertolt Brecht, direção de Marcelo Marcus Fonseca.

Na área musical, Beatriz é cofundadora da Pseudo Banda onde além de intérprete, também é compositora e produtora.

 

Histórico

FORMAÇÃO ARTÍSTICA

 

2020 – 2024 – EAD – Escola de Artes Dramáticas da USP, curso Técnico de Formação em Artes Cênicas.

2017 – SENAC – Bacharelado em Audiovisual, 3 semestres concluídos. (Trancado)

2016 – NAC – Núcleo de Artes Cênicas, ministrado por Lee Taylor e Hércules Morais.

(março/16 a abril/17).

2015/2016 – Oficina de interpretação para Cinema. Estúdio Terra Forte com Frederico Foroni.

Dez/15 e março até junho de 2016.

2012 – Escola de Atores Wolf Maya, formada no curso Técnico de Atuação.

 

CINEMA

 

2021 – Longa: “A Próxima Canção”. Direção: Pedro Amorim. Personagem: Laila.

2019 – Documentário: “Âmnio”. Direção: Laís Sambugaro. Narração.

2019 – Curta: “Ulisses vai a São Paulo”. Direção: Pedro Achiles. Personagem: Marcela.

2018 – Documentário: “NOH”. Direção: Giovani Manzi. Narração.

2016 – Curta: “Flor da Pele”. Direção Isadora Levy. Personagem: Julia.

 

TEATRO

 

2017 – Peça: “DOC. Eremitas”. Direção: Lee Taylor. Temporada: 9 de fevereiro à 5 de

março, TUSP; 10 de março a 30 de abril FUNARTE.

2016 – Peça: “Píramo e Tisbe”. Texto de Vladimir Capella, Direção: Ivo Ueter.

2015 – Peça: “Pano de Boca”. Texto de Fauzi Arap, direção de Marcelo Marcus Fonseca.

Personagem: Tássia. Temporada: julho/2015 à outubro/2015. Teatro do Incêndio.

2015 – Peça: “O Tambor e o Anjo”. Texto de Ana Maria Nunes, direção de André Garolli.

2014 – Peça: “Nós e a Guerra”. Texto: Bertolt Brecht. Direção: Marcelo Marcus Fonseca.

 

EXPERIÊNCIAS EXTRAS

 

2020 – Coordenação Pedagógica do projeto Audiovisual “É Nóis na Fita”.

2019 – Assistência de produção do IN-EDIT BRASIL.

2018 – 2020 Monitoria no projeto Audiovisual “É Nóis na Fita”.

2018 – Roteiro e Direção do Curta-metragem musical “Extrangeiro”.

2015 – Cofundadora, compositora, intérprete e produtora da Pseudo Banda.

Aptidões

■ Canto - Profissional; Compositora - Profissional; Violão - Básico; Piano - básico;

Locuções

Elementor #603

Beatriz Pereira

Altura: 1.70m
Faixa etária:
Idiomas: Português - Fluente • Inglês - Fluente • Espanhol – Básico

Release

Beatriz Pereira é atriz, locutora, cantora, produtora audiovisual e musical.

Com formação artística pela Escola de Artes Dramáticas da USP (EAD) – Artes Cênicas; Bacharelado em Audiovisual pelo SENAC; Núcleo de Artes Cênicas (NAC); Oficina de interpretação para Cinema no Estúdio Terra Forte; e Escola de Atores Wolf Maya – Atuação.

No cinema esteve em “A Próxima Canção”, longa com direção de Pedro Amorim; nos curtas “Ulisses vai a São Paulo”, direção de Pedro Achiles e “Flor da Pele”, direção de Isadora Levy; e narração no documentário “NOH”, direção de Giovani Manzi. Roteirizou e dirigiu o curta-metragem musical “Extrangeiro”; coordenou o projeto Audiovisual “É Nóis na Fita”.

No teatro teve destaque no elenco “DOC. Eremitas”, direção de Lee Taylor; “Píramo e Tisbe”, texto de Vladimir Capella, direção de Ivo Ueter; “Pano de Boca”, texto de Fauzi Arap, direção de Marcelo Marcus Fonseca; “O Tambor e o Anjo”, texto de Ana Maria Nunes, direção de André Garolli; e “Nós e a Guerra”, texto de Bertolt Brecht, direção de Marcelo Marcus Fonseca.

Na área musical, Beatriz é cofundadora da Pseudo Banda onde além de intérprete, também é compositora e produtora.

 

Histórico

FORMAÇÃO ARTÍSTICA

 

2020 – 2024 – EAD – Escola de Artes Dramáticas da USP, curso Técnico de Formação em Artes Cênicas.

2017 – SENAC – Bacharelado em Audiovisual, 3 semestres concluídos. (Trancado)

2016 – NAC – Núcleo de Artes Cênicas, ministrado por Lee Taylor e Hércules Morais.

(março/16 a abril/17).

2015/2016 – Oficina de interpretação para Cinema. Estúdio Terra Forte com Frederico Foroni.

Dez/15 e março até junho de 2016.

2012 – Escola de Atores Wolf Maya, formada no curso Técnico de Atuação.

 

CINEMA

 

2021 – Longa: “A Próxima Canção”. Direção: Pedro Amorim. Personagem: Laila.

2019 – Documentário: “Âmnio”. Direção: Laís Sambugaro. Narração.

2019 – Curta: “Ulisses vai a São Paulo”. Direção: Pedro Achiles. Personagem: Marcela.

2018 – Documentário: “NOH”. Direção: Giovani Manzi. Narração.

2016 – Curta: “Flor da Pele”. Direção Isadora Levy. Personagem: Julia.

 

TEATRO

 

2017 – Peça: “DOC. Eremitas”. Direção: Lee Taylor. Temporada: 9 de fevereiro à 5 de

março, TUSP; 10 de março a 30 de abril FUNARTE.

2016 – Peça: “Píramo e Tisbe”. Texto de Vladimir Capella, Direção: Ivo Ueter.

2015 – Peça: “Pano de Boca”. Texto de Fauzi Arap, direção de Marcelo Marcus Fonseca.

Personagem: Tássia. Temporada: julho/2015 à outubro/2015. Teatro do Incêndio.

2015 – Peça: “O Tambor e o Anjo”. Texto de Ana Maria Nunes, direção de André Garolli.

2014 – Peça: “Nós e a Guerra”. Texto: Bertolt Brecht. Direção: Marcelo Marcus Fonseca.

 

EXPERIÊNCIAS EXTRAS

 

2020 – Coordenação Pedagógica do projeto Audiovisual “É Nóis na Fita”.

2019 – Assistência de produção do IN-EDIT BRASIL.

2018 – 2020 Monitoria no projeto Audiovisual “É Nóis na Fita”.

2018 – Roteiro e Direção do Curta-metragem musical “Extrangeiro”.

2015 – Cofundadora, compositora, intérprete e produtora da Pseudo Banda.

Aptidões:

> Canto - Profissional; Compositora - Profissional; Violão - Básico; Piano - básico;

Outros artistas relacionados