Ranieri Gonzalez
Grupo(s): Atores

Ranieri Gonzalez

Idiomas: Português - Fluente
Faixa Etária: 41 a 50 anos
Gênero: Masculino
Altura: 1.64m

Release

Ranieri Gonzalez atua há mais de 30 anos, com uma trajetória artística bastante potente e colecionador de diversas premiações.

No teatro esteve no elenco de “Navalha na Carne” com direção de Gustavo Wabner; “Tragédia, Uma Tragédia” direção de Carolina Mendonça; “Krum” e “Esta Criança” direções de Marcio Abreu – Companhia Brasileira de Teatro / Renata Sorrah Produções; entre outros espetáculos.

Desde 1999 tem destaque em novelas e séries da TV Globo como “Filhos da Pátria” direção de Maurício Farias; “A Regra do Jogo” direção de Amora Mautner; “Malhação” direção de Leonardo Nogueira; “Acampamento de Férias” com de produção Renato Aragão; “Casos e Acasos” direção de Jayme Monjardim.

No cinema participou de “Os Herdeiros” direção Adriel Nizer Silva; “Olga”, obra de Fernando Moraes e direção Jayme Monjardim; “Agora é que são elas”, obra de Paulo Leminski e direção Beto Carminatti e “Barbabel” roteiro e direção Antônio Augusto de Freitas.

Histórico

TV GLOBO

 

2017 – FILHOS DA PÁTRIA. Direção Maurício Farias.

 

2015 – A REGRA DO JOGO. Direção Amora Mautner.

 

2010 – MALHAÇÃO. Direção Leonardo Nogueira.

 

2009 – ACAMPAMENTO DE FÉRIAS. Produção Renato Aragão.

 

2008 – CASOS E ACASOS. Direção Jayme Monjardim.

 

2006 – JK (Mini-série). De Maria Adelaide e Alcides Nogueira Direção Dennis Carvalho.

 

2004 – UM SÓ CORAÇÃO (Mini-série). De Maria Adelaide Amaral e Alcides Nogueira Direção Carlos Manga.

 

2002 – ESPERANÇA (Novela). De Benedito Ruy Barbosa Direção Luiz Fernando Carvalho.

 

1999 – FORÇA DE UM DESEJO (Novela). De Gilberto Braga Direção Mauro Mendonça Filho.

 

1997 – A JUSTICEIRA (Mini-série). Direção Daniel Filho.

 

1997 – A CASA EM QUE TRANCAMOS NOSSOS SONHOS (Especial). Direção Paulo José.

 

1997 – SKUBA (Vídeo Clip) Dir. Gustavo Leme.

 

1996 – CORAÇÃO CURITIBANO – Documenta Produções ­ Dir. Tatiana Willer.

 

1996 – PISTA DUPLA – Seriado da CNT ­ Dir. Atílio Riccó.

 

OFICINA DE ATORES: REDE GLOBO

Direção Tonio Carvalho

 

 

CINEMA

2018 – OS HERDEIROS. Direção Adriel Nizer Silva.

 

2004 – OLGA (Longa-metragem). Obra de Fernando Moraes Direção Jayme Monjardim.

 

2003 – AGORA É QUE SÃO ELAS (Longa-metragem). Obra de Paulo Leminski Direção Beto Carminatti.

 

1998 – BARBABEL (Média-metragem). Roteiro e Direção Antônio Augusto de Freitas.

 

 

TEATRO

2019 – NAVALHA NA CARNE. Direção Gustavo Wabner.

 

2014 – TRAGÉDIA, UMA TRAGEDIA. Texto de Will Eno, direção de Carolina Mendonça.

 

2013 – KRUM. Texto de Hanoch Levin, direção de Marcio Abreu companhia brasileira de teatro / Renata Sorrah Produções.

 

2013 – ESTA CRIANÇA. Texto de Joel Pommerat, direção de Marcio Abreu companhia brasileira de teatro / Renata Sorrah Produções.

 

2012 – ISSO TE INTERESSA? Texto de Noelle Renaude, direção de Marcio Abreu companhia brasileira de teatro.

 

2010 – VIDA. Texto Marcio Abreu Direção Marcio Abreu ­ companhia brasileira de teatro.

 

2006 – APENAS O FIM DO MUNDO. Texto Jean­Luc Lagarce Direção Marcio Abreu ­ companhia brasileira de teatro.

 

2005 – SUITE 1. Texto Felipe Minyana Direção Marcio Abreu ­ companhia brasileira de teatro.

 

2003 – VERMELHO SANGUE AMARELO SURDO – VAN GOGH. Texto e Direção Edson Bueno.

 

2001 – AS HISTÓRIAS FABULOSAS DO MENINO LEONARDO. Texto Enéas Lour Direção Maurício Vogue.

 

2001 – 100 ANOS – O MUSICAL. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

2001 – NÃO SÓ AS BALAS MATAM. Texto Luiz Adriolli Direção João Luiz Fiani.

 

2001 – LÁGRIMAS PURAS EM OLHOS PORNOGRÁFICOS. Texto e Direção Edson Bueno.

 

2001 – ANTI-NELSON RODRIGUES. Texto Nelson Rodrigues Direção Edson Bueno.

 

2001 – AS LOUCAS E OS LAZARENTOS. Texto e Direção Enéas Lour.

 

2000 – A CASA DO TERROR Parte III. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

2000 – A BRUXINHA QUE ERA BOA. Texto Maria Clara Machado Dir. João Luiz Fiani.

 

2000 – PEQUENOS ASSASSINATOS. Texto Julles Pfiffer Direção Marcelo Marchioro.

 

1998 – JUVENTUDE. Adaptação de Felipe Hirsh de “I Willderness” de Eugene O’Neill.

 

1998 – FANTASMINHA CAMARADA. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

1998 – ERA UMA VEZ UM MORTO. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

1998 – QUEM MATOU ÁGATHA CRISTIE. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

1998 – A DUPLA DINÂMICA. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

1997 – MORTE E VIDA SEVERINA. Texto João Cabral de Mello Neto Direção Gabriel Vilella.

 

1997 – FRANKEINSTEIN. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

1997 – AURORA DA MINHA VIDA. Texto Naum Alves de Souza Direção Gabriel Vilella.

 

1996 – O QUEBRA NOZES. Direção Paulinho Maia.

 

1996 – UM CONTO DE NATAL. Texto e Direção Edson Bueno.

 

1996 – A CASA DO TERROR 1. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

1996 – LULU – UMA DUPLA TRAGÉDIA. Texto F. Wedekind Direção Marcelo Marchioro.

 

1996 – PSICOSE – A COMÉDIA. Texto e Direção Edson Bueno.

 

1995 – HISTÓRIAS DE CRONÓPIOS E DE FAMAS. Texto J. Cortazar Direção Cristina Pereira.

 

1995 – EMILY NO VENTILADOR. Texto e Direção César Almeida.

 

1995 – TRECENTINA 2. Texto e Direção Mário Schoemberg e Enéas Lour.

 

1994 – ROMEU E JULIETA PARA CRIANÇAS. Texto Ruth Rocha Direção Fátima Ortiz.

 

1994 – NO MUNDO DA DANÇA. Texto e Direção Edson Bueno.

 

1994 – LA BOHEME. Texto Puccini Direção Marcelo Marchioro.

 

1994 – TRECENTINA 1. Texto e Direção Mário Schoemberg e Enéas Lour.

 

1994 – SPEEDY EU TE AMO. Texto Rotze Grütze Direção Edson Bueno.

 

1994 – GNOMOS – UMA AVENTURA ENCANTADA. Texto e Direção Edson Bueno.

 

1994 – A ÓPERA DOS TRÊS VINTÉNS. Texto Brecht Direção Marcelo Marchioro.

 

1993 – CARMEN. De Bizet Direção Sérgio Brito.

 

1993 – CHI… E AGORA PRA VOLTAR? Texto Mara Moron Direção Caru.

 

1993 – VAMOS TRANSAR. Texto Rotze Grütze Direção Cleon Jacques.

 

1992 – HAMLET. Texto Willian Shakespeare e Direção Marcelo Marchioro.

 

1992 – O CAVALINHO AZUL. Texto Maria Clara Machado Direção Giovani Cesconetto.

 

1991 – SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO. Texto Willian Shakespeare e Direção Marcelo Marchioro.

 

1991 – A ARCA DE NOÉ. Texto Vinícius de Moraes Direção de Moacir David.

 

1990 – COMO REVISAR UM MARIDO OSCAR. Texto Oraci Gemba Direção Armando M.

 

1988 – BATIMPAZ. Texto Enéas Lour Direção Fátima Ortiz.

 

1988 – A CEGONHA BOA DE BICO. Texto Marilú Alvarez Direção Paulinho Maia.

 

1987 – VIVA O LEÃO GASPAR. Texto Enéas Lour Direção Fátima Ortiz.

 

1997 – PINHA PINHÃO PINHEIRO. Texto Enéas Lour Direção Fátima Ortiz.

Prêmios

Indicação ao Prêmio Cesgranrio – Melhor Ator – Espetáculo “Krum” - Rio de Janeiro 2015
Indicação ao Prêmio Questão de Crítica – Melhor Elenco - Espetáculo “Krum” - Rio de Janeiro 2015
Prêmio Questão de Crítica – Melhor Ator – Espetáculo “Isso te interessa?” - Rio de Janeiro 2012
Prêmio Troféu Gralha Azul – Melhor Ator – Espetáculo “Vida” - Governador do Estado
Prêmio Epidauro – Melhor Ator - Espetáculo “Vida”
Prêmio Troféu Gralha Azul – Melhor Ator e Melhor Espetáculo – Espetáculo “Vermelho Sangue Amarelo Surdo – Van Gogh” - Governador do Estado
Prêmio Qualidade Brasil – Melhor Ator – Espetáculo “Esperança” - Rio de Janeiro
Prêmio Qualidade Brasil – Melhor Ator - Espetáculo “Esperança” - São Paulo
Prêmio Master – “Ator Revelação” - Espetáculo “Esperança” - Rio de Janeiro
Prêmio Potty Lazzarotto – Melhor Ator Coadjuvante – Espetáculo “Lágrimas puras em olhos pornográficos”
Prêmio Gralha Azul ­ Governador do Estado Melhor Ator de teatro para crianças “A Bruxinha que Era Boa”

Locuções

Elementor #603

Ranieri Gonzalez

Altura: 1.64m
Faixa etária:
Idiomas: Português - Fluente

Release

Ranieri Gonzalez atua há mais de 30 anos, com uma trajetória artística bastante potente e colecionador de diversas premiações.

No teatro esteve no elenco de “Navalha na Carne” com direção de Gustavo Wabner; “Tragédia, Uma Tragédia” direção de Carolina Mendonça; “Krum” e “Esta Criança” direções de Marcio Abreu – Companhia Brasileira de Teatro / Renata Sorrah Produções; entre outros espetáculos.

Desde 1999 tem destaque em novelas e séries da TV Globo como “Filhos da Pátria” direção de Maurício Farias; “A Regra do Jogo” direção de Amora Mautner; “Malhação” direção de Leonardo Nogueira; “Acampamento de Férias” com de produção Renato Aragão; “Casos e Acasos” direção de Jayme Monjardim.

No cinema participou de “Os Herdeiros” direção Adriel Nizer Silva; “Olga”, obra de Fernando Moraes e direção Jayme Monjardim; “Agora é que são elas”, obra de Paulo Leminski e direção Beto Carminatti e “Barbabel” roteiro e direção Antônio Augusto de Freitas.

Histórico

TV GLOBO

 

2017 – FILHOS DA PÁTRIA. Direção Maurício Farias.

 

2015 – A REGRA DO JOGO. Direção Amora Mautner.

 

2010 – MALHAÇÃO. Direção Leonardo Nogueira.

 

2009 – ACAMPAMENTO DE FÉRIAS. Produção Renato Aragão.

 

2008 – CASOS E ACASOS. Direção Jayme Monjardim.

 

2006 – JK (Mini-série). De Maria Adelaide e Alcides Nogueira Direção Dennis Carvalho.

 

2004 – UM SÓ CORAÇÃO (Mini-série). De Maria Adelaide Amaral e Alcides Nogueira Direção Carlos Manga.

 

2002 – ESPERANÇA (Novela). De Benedito Ruy Barbosa Direção Luiz Fernando Carvalho.

 

1999 – FORÇA DE UM DESEJO (Novela). De Gilberto Braga Direção Mauro Mendonça Filho.

 

1997 – A JUSTICEIRA (Mini-série). Direção Daniel Filho.

 

1997 – A CASA EM QUE TRANCAMOS NOSSOS SONHOS (Especial). Direção Paulo José.

 

1997 – SKUBA (Vídeo Clip) Dir. Gustavo Leme.

 

1996 – CORAÇÃO CURITIBANO – Documenta Produções ­ Dir. Tatiana Willer.

 

1996 – PISTA DUPLA – Seriado da CNT ­ Dir. Atílio Riccó.

 

OFICINA DE ATORES: REDE GLOBO

Direção Tonio Carvalho

 

 

CINEMA

2018 – OS HERDEIROS. Direção Adriel Nizer Silva.

 

2004 – OLGA (Longa-metragem). Obra de Fernando Moraes Direção Jayme Monjardim.

 

2003 – AGORA É QUE SÃO ELAS (Longa-metragem). Obra de Paulo Leminski Direção Beto Carminatti.

 

1998 – BARBABEL (Média-metragem). Roteiro e Direção Antônio Augusto de Freitas.

 

 

TEATRO

2019 – NAVALHA NA CARNE. Direção Gustavo Wabner.

 

2014 – TRAGÉDIA, UMA TRAGEDIA. Texto de Will Eno, direção de Carolina Mendonça.

 

2013 – KRUM. Texto de Hanoch Levin, direção de Marcio Abreu companhia brasileira de teatro / Renata Sorrah Produções.

 

2013 – ESTA CRIANÇA. Texto de Joel Pommerat, direção de Marcio Abreu companhia brasileira de teatro / Renata Sorrah Produções.

 

2012 – ISSO TE INTERESSA? Texto de Noelle Renaude, direção de Marcio Abreu companhia brasileira de teatro.

 

2010 – VIDA. Texto Marcio Abreu Direção Marcio Abreu ­ companhia brasileira de teatro.

 

2006 – APENAS O FIM DO MUNDO. Texto Jean­Luc Lagarce Direção Marcio Abreu ­ companhia brasileira de teatro.

 

2005 – SUITE 1. Texto Felipe Minyana Direção Marcio Abreu ­ companhia brasileira de teatro.

 

2003 – VERMELHO SANGUE AMARELO SURDO – VAN GOGH. Texto e Direção Edson Bueno.

 

2001 – AS HISTÓRIAS FABULOSAS DO MENINO LEONARDO. Texto Enéas Lour Direção Maurício Vogue.

 

2001 – 100 ANOS – O MUSICAL. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

2001 – NÃO SÓ AS BALAS MATAM. Texto Luiz Adriolli Direção João Luiz Fiani.

 

2001 – LÁGRIMAS PURAS EM OLHOS PORNOGRÁFICOS. Texto e Direção Edson Bueno.

 

2001 – ANTI-NELSON RODRIGUES. Texto Nelson Rodrigues Direção Edson Bueno.

 

2001 – AS LOUCAS E OS LAZARENTOS. Texto e Direção Enéas Lour.

 

2000 – A CASA DO TERROR Parte III. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

2000 – A BRUXINHA QUE ERA BOA. Texto Maria Clara Machado Dir. João Luiz Fiani.

 

2000 – PEQUENOS ASSASSINATOS. Texto Julles Pfiffer Direção Marcelo Marchioro.

 

1998 – JUVENTUDE. Adaptação de Felipe Hirsh de “I Willderness” de Eugene O’Neill.

 

1998 – FANTASMINHA CAMARADA. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

1998 – ERA UMA VEZ UM MORTO. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

1998 – QUEM MATOU ÁGATHA CRISTIE. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

1998 – A DUPLA DINÂMICA. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

1997 – MORTE E VIDA SEVERINA. Texto João Cabral de Mello Neto Direção Gabriel Vilella.

 

1997 – FRANKEINSTEIN. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

1997 – AURORA DA MINHA VIDA. Texto Naum Alves de Souza Direção Gabriel Vilella.

 

1996 – O QUEBRA NOZES. Direção Paulinho Maia.

 

1996 – UM CONTO DE NATAL. Texto e Direção Edson Bueno.

 

1996 – A CASA DO TERROR 1. Texto e Direção João Luiz Fiani.

 

1996 – LULU – UMA DUPLA TRAGÉDIA. Texto F. Wedekind Direção Marcelo Marchioro.

 

1996 – PSICOSE – A COMÉDIA. Texto e Direção Edson Bueno.

 

1995 – HISTÓRIAS DE CRONÓPIOS E DE FAMAS. Texto J. Cortazar Direção Cristina Pereira.

 

1995 – EMILY NO VENTILADOR. Texto e Direção César Almeida.

 

1995 – TRECENTINA 2. Texto e Direção Mário Schoemberg e Enéas Lour.

 

1994 – ROMEU E JULIETA PARA CRIANÇAS. Texto Ruth Rocha Direção Fátima Ortiz.

 

1994 – NO MUNDO DA DANÇA. Texto e Direção Edson Bueno.

 

1994 – LA BOHEME. Texto Puccini Direção Marcelo Marchioro.

 

1994 – TRECENTINA 1. Texto e Direção Mário Schoemberg e Enéas Lour.

 

1994 – SPEEDY EU TE AMO. Texto Rotze Grütze Direção Edson Bueno.

 

1994 – GNOMOS – UMA AVENTURA ENCANTADA. Texto e Direção Edson Bueno.

 

1994 – A ÓPERA DOS TRÊS VINTÉNS. Texto Brecht Direção Marcelo Marchioro.

 

1993 – CARMEN. De Bizet Direção Sérgio Brito.

 

1993 – CHI… E AGORA PRA VOLTAR? Texto Mara Moron Direção Caru.

 

1993 – VAMOS TRANSAR. Texto Rotze Grütze Direção Cleon Jacques.

 

1992 – HAMLET. Texto Willian Shakespeare e Direção Marcelo Marchioro.

 

1992 – O CAVALINHO AZUL. Texto Maria Clara Machado Direção Giovani Cesconetto.

 

1991 – SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO. Texto Willian Shakespeare e Direção Marcelo Marchioro.

 

1991 – A ARCA DE NOÉ. Texto Vinícius de Moraes Direção de Moacir David.

 

1990 – COMO REVISAR UM MARIDO OSCAR. Texto Oraci Gemba Direção Armando M.

 

1988 – BATIMPAZ. Texto Enéas Lour Direção Fátima Ortiz.

 

1988 – A CEGONHA BOA DE BICO. Texto Marilú Alvarez Direção Paulinho Maia.

 

1987 – VIVA O LEÃO GASPAR. Texto Enéas Lour Direção Fátima Ortiz.

 

1997 – PINHA PINHÃO PINHEIRO. Texto Enéas Lour Direção Fátima Ortiz.

Prêmios:

• Indicação ao Prêmio Cesgranrio – Melhor Ator – Espetáculo “Krum” - Rio de Janeiro 2015

• Indicação ao Prêmio Questão de Crítica – Melhor Elenco - Espetáculo “Krum” - Rio de Janeiro 2015

• Prêmio Questão de Crítica – Melhor Ator – Espetáculo “Isso te interessa?” - Rio de Janeiro 2012

• Prêmio Troféu Gralha Azul – Melhor Ator – Espetáculo “Vida” - Governador do Estado

• Prêmio Epidauro – Melhor Ator - Espetáculo “Vida”

• Prêmio Troféu Gralha Azul – Melhor Ator e Melhor Espetáculo – Espetáculo “Vermelho Sangue Amarelo Surdo – Van Gogh” - Governador do Estado

• Prêmio Qualidade Brasil – Melhor Ator – Espetáculo “Esperança” - Rio de Janeiro

• Prêmio Qualidade Brasil – Melhor Ator - Espetáculo “Esperança” - São Paulo

• Prêmio Master – “Ator Revelação” - Espetáculo “Esperança” - Rio de Janeiro

• Prêmio Potty Lazzarotto – Melhor Ator Coadjuvante – Espetáculo “Lágrimas puras em olhos pornográficos”

• Prêmio Gralha Azul ­ Governador do Estado Melhor Ator de teatro para crianças “A Bruxinha que Era Boa”

Outros artistas relacionados